(21) 96464-8597 laado@laado.com.br

O benchmark é o índice de referência utilizado para acompanhar a evolução de um mercado ou para medir o desempenho de uma carteira. É, em suma, uma base de comparação que avalia o desempenho de um investimento.

 

Seu uso é difundido no campo da gestão de carteiras, pois permite analisar o desempenho do investimento de forma simples.

 

Quando a rentabilidade permanece abaixo desse índice, significa que o gestor daquela carteira de investimentos não conseguiu obter a rentabilidade de referência. Em contrapartida, se estiver acima, significa que o gestor conseguiu, com sua estratégia, obter um retorno superior ao objetivo traçado.

 

E dentro da área de investimentos, ter tais informações é de fundamental importância para o sucesso das aplicações. Para compreender melhor o que é o benchmark nos investimentos, confira o artigo que preparamos logo abaixo!

 

O que é benchmark?

A palavra benchmark vem do inglês e significa “ponto de referência” ou “parâmetro”. Por isso diremos que o benchmark é o índice de referência que é utilizado para medir o desempenho dos investimentos que são realizados em um determinado período de tempo. 

 

É o nome dado ao instrumento financeiro utilizado como parâmetro para avaliar a eficiência da gestão de uma carteira financeira em comparação com emissões do mesmo tipo ou do mesmo mercado.

 

Ao avaliar o retorno dos investimentos, surge uma pergunta crucial: qual é a comparação adequada em termos de rentabilidade? Ou, colocando de forma coloquial, como posso saber se meu investimento está indo bem ou mal? 

 

Normalmente este ponto de comparação é conhecido na linguagem financeira como um “benchmark”. 

 

Ou seja, é um indicador financeiro composto por uma carteira de ativos, títulos ou papéis de algum setor do mercado, que serve de referência para comparar o desempenho dos investimentos.

 

Leia também::: 5 erros que todo investidor deve evitar

 

Como utilizar o benchmark em seus investimentos?

Vamos dar um breve exemplo para entender melhor o que é um benchmark. Se um investidor tem uma pequena carteira de várias ações listadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa – B3) e o retorno que obteve durante o ano foi de 25%, pode-se pensar que ele se saiu muito bem.

 

Mas, se nesse mesmo ano o Índice do Mercado de Ações, como o Ibovespa, subiu 55%, então vamos perceber que na realidade o investidor não se saiu tão bem, mas que sua carteira teve um desempenho medíocre.

 

Outro exemplo esclarecedor sobre benchmark seria o seguinte: se um fundo de ações perdeu 5% ao longo do ano, você pode pensar que foi um desempenho muito ruim. 

 

Naquele ano, em vez de ganhar dinheiro, os investidores tinham deficiências. Mas se o mercado de ações como um todo tiver caído 12%, então você pode dizer que o fundo de investimentos teve um bom desempenho em comparação com seu benchmark.

 

Renda variável

Quem investe em um fundo de investimento de renda variável, por exemplo, sabe de antemão que o mercado de ações é volátil e que pode haver períodos de altas e outros de quedas acentuadas. Mas ele também sabe que no longo prazo a tendência é de alta. 

 

Para saber se aquele fundo de investimento teve um desempenho bom ou ruim, devemos compará-lo com seu benchmark. Ou seja, com um indicador que represente o comportamento do mercado de ações como um todo, como o Ibovespa.

 

Se fosse um fundo imobiliário (FII), então seu benchmark mudaria, o desempenho dessa carteira deveria comparar com o IFIX (Índice de Referência de Fundos Imobiliários), que é aquele que mede o desempenho médio ponderado dos principais FIIs na bolsa de valores. É por isso que devemos sempre escolher o benchmark correto.

 

Leia também::: ETFs: conheça 5 opções para investir no exterior

 

Fique atento aos índices

Como viu, ao fazer investimentos é importante compará-lo com o indicador correto. Assim, um benchmark nos ajuda a tomar decisões sobre nossos investimentos com maior facilidade. Também nos permite conhecer o funcionamento dos mercados ou instituições em que atuamos.

 

Apesar de tudo o que foi dito, deve-se dizer que é sempre importante poder buscar aconselhamento profissional. Especialmente nos casos em que os investimentos são de alto capital e/ou risco.

 

Esperamos que tenham gostado do artigo e tirado suas dúvidas sobre o que é benchmark nos investimentos. E para mais informações sobre aplicações, planejamento financeiro e seguros, siga também nosso canal do Youtube!

%d blogueiros gostam disto: