(21) 96464-8597 laado@laado.com.br

A previdência privada é um tipo de investimento marcado por muitas dúvidas. E a maioria se deve a alguns mitos que se criou em torno dela ao longo dos tempos.

Em primeiro lugar, é preciso deixar claro que a previdência privada vale a pena sim! É um dos investimentos que todas as pessoas deveriam ter, principalmente se pensando no longo prazo. E isso é ainda mais verdadeiro para quem deseja ter mais segurança financeira no futuro, e também não depender unicamente do INSS para a aposentadoria.

Cada vez mais pessoas buscam pela previdência privada no Brasil. Inclusive, de acordo com a Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), mais de 13 milhões de brasileiros possuem esse modelo no país, o que representa 6,5% da população.

Apesar dos números, existem alguns mitos e verdades sobre a previdência privada que acabam confundindo muita gente por aí. É por isso que preparamos o artigo abaixo com os principais. Confira e tire suas dúvidas agora mesmo!

Previdência privada é só para aposentadoria

MITO! A previdência privada é um ótimo investimento para o longo prazo em que você vai investir por, no mínimo, 10 anos. 

Quando deixa o dinheiro investido em previdência por mais de 10 anos você atinge a menor alíquota de imposto de renda de 10%. 

E isso é uma enorme vantagem da previdência privada frente a outros investimentos, que possuem a menor alíquota de 15%.

Além disso, a previdência privada é um tipo de investimento bastante flexível e você é quem decide quanto vai investir, quando quer resgatar o dinheiro ou começar a receber renda.

E também pode mudar essas definições a qualquer momento. Você tem o controle do seu investimento. 

Leia também::: Por que você não pode depender apenas do INSS?

Previdência privada reduz o imposto de renda

VERDADE! A previdência privada é um investimento que te permite reduzir o seu imposto de renda. 

Desde que você faça sua declaração anual pelo modo completo, contribua também para o INSS e faça o investimento na modalidade PGBL.

Quando você faz tudo isso, o governo permite que você use o valor que investiu na previdência privada para reduzir sua base de cálculo do IR e, com isso, você pode abater do imposto e economizar algum dinheiro.

Mas uma dica: o ideal é aproveitar essa economia de imposto que você teve com esse investimento e reinvestir esse valor na sua previdência. Dessa forma, o seu ganho financeiro será ainda maior.

É possível investir em previdência privada com pouco dinheiro?

VERDADE! Você pode começar a investir em previdência privada com R$ 50, R$ 100, por mês. E isso é bom porque te permite começar com pouco dinheiro. 

Mas é importante ter em mente que isso é um investimento como outro qualquer. Portanto, o seu dinheiro vai render conforme o saldo que estiver investido ao longo do tempo.

Mas é importante começar agora com o valor que for possível para você. Além disso, também é importante aumentar seu investimento ao longo do tempo.

Uma boa estratégia é aumentar o valor que você investe sempre que tiver um aumento de renda.

Ademais, como a previdência privada também te permite fazer aportes esporádicos, se a sua renda não é fixa, você pode aproveitar períodos em que tenha uma receita maior para fazer um investimento um pouco maior nesses períodos também.

Só é possível ter uma previdência privada

MITO! Você pode ter quantas previdências quiser. A previdência privada é um investimento da mesma forma que um fundo de investimentos ou uma poupança, por exemplo. 

Por isso, você pode ter mais de uma previdência em instituições financeiras diferentes e até na mesma. E você também pode levar o seu dinheiro de uma para outra sem precisar resgatar e reinvestir. Basta fazer a portabilidade do dinheiro.

Da mesma forma, é possível montar uma carteira de investimentos de longo prazo só usando a previdência privada. 

Ou seja, você pode escolher fundos conservadores, moderados ou arrojados, e fundos temáticos também como fundos ESG, que investem em empresas com alto padrão de responsabilidade social, ambiental e de governança corporativa. 

Então você define o percentual que quer investir em cada tipo de fundo e montar sua carteira diversificada de investimentos. Além disso, tem a vantagem de poder criar um boleto ou um débito automático para você mesmo.

Se parar de investir na previdência privada perco meu dinheiro?

MITO! É comum achar que se parar de investir na sua previdência você perde o dinheiro investido. 

O saldo dos seus investimentos em previdência privada é seu e você pode fazer o que quiser com ele. Se parar de investir por algum motivo, pode manter o dinheiro rendendo, sem fazer novas aplicações. E pode retomar quando quiser ou puder.

Quando você investe em previdência, define um valor mensal para investir e, num determinado mês não investe, você não paga multa ou perde dinheiro. 

Simplesmente você deixou de colocar aquele dinheiro na sua aplicação financeira e vida que segue.

Previdência privada só vale para quem é jovem

MITO! Achar que a previdência privada só é vantajosa para quem é jovem é um grande mito. 

Como mencionamos, a previdência privada é uma ótima alternativa de investimentos quando o seu objetivo é manter o dinheiro investido por mais de 10 anos. 

Se sua ideia for usar o dinheiro antes disso, deve escolher outra forma de investir. Mas esse tempo não tem nada a ver com a sua idade hoje e sim com seu horizonte de investimento.

Investir em previdência privada é caro

MITO! Investir em previdência privada não é caro nem barato. Quem define quanto vai investir é você. 

Mas existem fundos de previdência privada que cobram taxas baixas, bem atrativas e existem fundos que cobram taxas de administração elevada. 

É preciso ficar de olho para escolher bem, já que a taxa é um percentual cobrado que incide sobre todo o seu dinheiro investido. Então ninguém quer deixar dinheiro na mesa sem sentido. 

A taxa de administração, assim como em qualquer fundo de investimento, é cobrada pelo gestor do fundo, que é o especialista que administra o dinheiro investido para você. 

Naturalmente ele deve ser remunerado por isso. Mas essa remuneração precisa ser compatível com o trabalho que o gestor faz. Em geral, fuja das previdências dos grandes bancos, que costumam ser as mais caras.

Você também pode gostar::: Como ter uma aposentadoria tranquila?

Previdência privada é tudo igual

MITO! Existem algumas diferenças básicas na previdência privada, que podem ser enquadradas em dois grupos diferentes: o VGBL e o PGBL

Geralmente, as instituições oferecem os mesmos fundos de investimentos para ambas as categorias de previdência e o que diferencia uma da outra é apenas a forma de tributação de imposto de renda. 

É preciso entender a sua forma de declaração de imposto de renda para escolher a mais adequada para você usufruir de todos os benefícios fiscais. 

Além dessa diferença de categoria, nem toda previdência privada é igual, já que ela é um produto de investimento. 

É claro que ela tem suas regras e características específicas para serem enquadradas nesta categoria, mas as empresas são livres para formatar seu produto do seu jeito também. 

Portanto, sempre vão existir diferenças entre as instituições, gestores, bancos e seguradoras.

É importante conhecer um pouco da instituição que escolheu para investir seu dinheiro. Mas com a tranquilidade de que, a qualquer momento, se você não estiver satisfeito com a gestão, o produto ou a instituição, pode sempre fazer portabilidade do seu dinheiro para outra instituição sem custos ou taxas.

Tenha sempre a melhor informação

Como você acompanhou ao longo do artigo, há vários mitos que inventaram ao longo dos anos em torno da previdência privada que não fazem o menor sentido. 

E quando alguém sem o devido conhecimento em finanças o escuta, o toma por verdade. Com isso, pode perder uma excelente oportunidade de investimento e de ter mais segurança no futuro.

É por isso que defendemos tanto a educação financeira. Acreditamos que quanto mais empoderados de conhecimento as pessoas tiverem, melhores serão suas escolhas financeiras.

No entanto, mais que apenas defender, também procuramos compartilhar muito conteúdo sobre finanças, investimentos, seguros, previdência privada e planejamento.

E se você aprender mais, siga nosso canal do Youtube. E para aprofundar seu conhecimento sobre previdência privada, dê o play também no vídeo abaixo!

%d blogueiros gostam disto: