(21) 96464-8597 laado@laado.com.br

 

 

Você sabia que é possível resgatar o seguro de vida? Isto é possível dentro da modalidade chamada de seguro de vida nivelado. Mas será que ela é uma boa opção realmente?

 

O seguro de vida é uma proteção que contratamos não para nos proteger, mas sim para dar segurança àqueles que amamos quando não estivermos mais aqui. Afinal, quando morrermos, será o seguro de vida o responsável em manter financeiramente nossa família.

 

É por isso que batemos tanto na tecla da importância do seguro de vida para as famílias. Ela é uma proteção indispensável, mas que muitos ainda consideram como irrelevante.

 

E diante das modalidades, existe uma em que é possível resgatar o seguro de vida. Ou seja, depois de um período, você pode sacar o valor já pago. E é sobre isso que tratamos no artigo abaixo. Confira e, ao final, preparamos uma surpresa para você!

 

A função do seguro de vida

Antes de mais nada, precisamos explicar qual é a função do seguro de vida, já que muita gente o considera desnecessário.

 

Bom, qualquer tipo de seguro de vida tem como objetivo principal proteger financeiramente as pessoas que dependem do seu dinheiro para viver caso você morra de forma prematura. 

 

Então um seguro de vida é para quem fica poder reorganizar a vida sem passar por dificuldades financeiras.

 

Afinal, conforme a gente fica mais velho, nosso risco de morrer vai aumentando, certo? A chance de eu morrer com 85 anos é maior do que aos 35 anos. Por isso, os seguros de vida tradicionais vão ficando mais caros com o passar do tempo.

 

Como as pessoas estão vivendo cada vez mais, o que acontece? Lá na frente, quando sua família precisar do seguro para pagar o inventário, quando você morrer, por exemplo, com seus 95 anos, o seguro tradicional pode estar muito caro e você não ter condições de pagar.

 

Isso acontece com muitas pessoas que cancelam a proteção por não conseguir manter o pagamento, justamente quando a família mais precisa.

 

Leia também::: Qual é o melhor seguro de vida?

 

Seguro de vida nivelado

Para resolver este problema, as empresas criaram a modalidade de seguro de vida nivelada. Ou seja, sem esse fenômeno do aumento de preço com o aumento da idade. Mas, claro que esses, e todos os seguros, são sempre reajustados pela inflação.

 

Para conseguir essa previsibilidade e constância no valor de pagamento, o seguro funciona da seguinte forma: no início, enquanto você é mais novo, uma parte do valor pago é para custear o seu risco de morrer hoje. E uma outra parte maior é para o aumento do seu risco lá do futuro, quando você estiver mais velho. 

 

Dessa forma, é como se o seu “eu do presente”, mais jovem, com mais capacidade de trabalhar e pagar a proteção, estivesse subsidiando hoje o aumento do risco do seu Eu do futuro. 

 

Dessa forma, quando chegar lá na frente que, em tese, seu risco de morrer é maior, você não vai ter que pagar mais caro ainda por isso. Pelo contrário, vai continuar pagando o mesmo valor corrigido que você paga hoje.

 

Porém, se nesse meio do caminho você quiser ou precisar cancelar o seu seguro de vida, toda essa parte que ficou guardada para o seu risco do futuro não foi utilizada pela seguradora e ela te devolve.

 

Para estimular que você fique mais tempo com o seguro e não cancele por qualquer coisa, as seguradoras vão aumentando o percentual do saldo dessa reserva que você consegue reaver. 

 

O resgate do percentual futuro

Mas é aí que está o problema: como é possível resgatar 100% do valor pago após 10 anos de seguro, muitos aproveitam para sacar o valor, achando que trata-se de um investimento.

 

O problema é que, se for comparar os valores pagos nesses 10 anos, com o mesmo valor se tivesse investido, verá que os resultados são absurdamente diferentes!

 

Por exemplo, num seguro de vida que a pessoa cancela depois de 10 anos e resgata R$ 10 mil, se ela investisse o que pagou no seguro, após 10 anos terá mais de R$ 20 mil.

 

Dessa forma, não é nem um pouco interessante resgatar o seguro de vida, apesar de ser possível. Afinal, você estará literalmente perdendo dinheiro!

 

Além disso, o resgate do seguro de vida também representa o cancelamento da proteção. Ou seja, você ficará sem seguro e, caso contrate um novo, pagará um valor mais alto mensalmente, já que terá uma idade maior do que tinha quando fez a primeira contratação.

 

Assista também::: Seguro de vida: 3 dicas para não perder dinheiro

 

Conte com a Laado Mais Seguro

Como acompanhou, a opção do seguro de vida nivelado é bastante interessante para evitar que no futuro o valor pago seja incompatível com sua renda. Com ele, você paga mais hoje, para que o seu EU do futuro não precise desembolsar grandes quantias para proteger sua família.

 

Aqui na Laado Mais Seguro temos em nosso portfólio de soluções diversos seguros de vida, que analisamos de acordo com os objetivos individuais de cada pessoa, e indicamos em nossa Consultoria em Planejamento Financeiro.

 

O objetivo é dar aos clientes uma opção que seja mais interessante para seus objetivos de hoje e do futuro, com valores que garantam toda a proteção necessária para seus entes queridos.

 

Mas resumidamente, podemos afirmar que resgatar o seguro de vida não é uma boa opção, como você viu no artigo. E para saber mais sobre proteções e seguros, clique no botão abaixo e confira um e-book completo sobre o tema que preparamos!

 

QUERO MEU E-BOOK AGORA!

 

%d blogueiros gostam disto: