(21) 96464-8597 laado@laado.com.br

Se você tem filhos, patrimônio e dependentes financeiros, então este post vai te ajudar a entender melhor quais os 4 principais tipos de proteção que podem ser importantes para sua família. 

As pessoas que você tanto ama, um dia vão precisar se reestruturar quando você não estiver mais aqui. Portanto, é extremamente importante você considerar algumas destas soluções estratégicas no planejamento financeiro da sua família. 

Por exemplo, se você tem patrimônio, sua família vai precisar ter dinheiro “livre” equivalente a cerca de 20% do valor dos seus bens só para pagar o inventário.

Então neste vídeo e no post nós explicamos um pouco mais para que você consiga avaliar melhor qual a mais adequada às suas necessidades.

1. Seguro de vida tradicional vitalício

Nesta modalidade de seguro de vida tradicional, você solicita a proteção para a seguradora, que analisa seu estado de saúde com base em uma uma declaração que você preenche. Com isso, ela aceita ou não a sua proteção.

Além disso, este tipo de solução é vitalícia e o valor que você paga é reajustado com o aumento da sua idade.

Quando você não estiver mais aqui, sua família ou quem você determinar, recebe o valor que você contratou.

2. Seguro de vida nivelado vitalício, ou “resgatável”

Os seguros de vida nivelado vitalício também são popularmente chamados de “resgatáveis”. Não gostamos dessa denominação porque ela induz às pessoas ao erro e é comum confundirem com um investimento financeiro.

Este é tipo de proteção financeira muito inteligente quando utilizado corretamente. Nele, o valor que você paga pelo seguro não aumenta em função da idade. Isso porque parte do valor que você paga agora é para seu risco de hoje.

A outra parte fica “guardado” com a seguradora para pagar o aumento do seu risco com o passar da idade. Com isso, o valor da proteção não aumenta e é previsível.

Assim, caso você precise cancelar o seguro, o valor que ficou “guardado” com a seguradora na sua reserva é devolvido com juros e correção monetária. Por isso muita gente chama esse seguro de resgatável. Mas ele NÃO é um investimento financeiro, nem previdência!

3. Seguro de vida nivelado temporário

O seguro de vida nivelado temporário é utilizado quando a necessidade de proteção é por um tempo definido.

Por exemplo, quem tem filhos pequenos, em geral, utiliza esta solução para protegê-los durante um tempo específico, que pode ser por 10, 15, 20, 25, 30 anos, dependendo da sua necessidade e da seguradora escolhida.

Dessa forma, por exemplo, seu filho ou sua filha têm dinheiro para concluir os estudos mesmo na sua ausência.

Por ser uma solução temporária, o valor desta proteção também costuma ser muito menor, em comparação com uma proteção vitalícia.

4. Pensão

A pensão aqui não tem nenhuma relação com a previdência pública mas a lógica é semelhante. É um formato de proteção financeira em que a pessoa que você determinar recebe um valor mensal, por um tempo definido por você, a partir do momento que você não estiver mais aqui.

Pode ser uma alternativa interessante para pessoas que têm mais dificuldade de administrar um volume maior de dinheiro, como é o caso dos seguros de vida que falamos anteriormente onde a pessoa recebe o valor total do seguro. Na modalidade pensão, é como se você deixasse uma renda temporária para alguém que depende da sua renda.

Todas essas soluções têm como objetivo minimizar o impacto financeiro da sua ausência para o seu núcleo familiar ou para aquelas pessoas que dependem do seu dinheiro para viver.

Por isso é fundamental para um planejamento financeiro familiar mais seguro.

E se você quiser saber qual a melhor solução de proteção financeira para o seu caso específico, nossa consultoria exclusiva de planejamento e proteção financeira 100% online, pode ajudar você! Assim você pode tomar sua decisões financeiras de forma consciente e viver a vida com tranquilidade, do jeito que você quiser!

%d blogueiros gostam disto: