(21) 96464-8597 laado@laado.com.br

 

 

Muitos brasileiros lutam com dívidas do cartão de crédito. Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) do primeiro semestre de 2021 apontou que 77% das famílias endividadas disseram que têm contas para pagar no cartão.

 

Se você está sobrecarregado com dívidas de cartão de crédito, provavelmente está procurando uma solução. Livrar-se de dívidas pode levar tempo, mas é uma meta alcançável.

 

E há muitas dicas e estratégias que você pode usar para reduzir suas dívidas, diminuir suas taxas de juros e começar sua jornada rumo à uma vida sem dívidas.

 

Se precisar de ajuda com dívidas, você veio ao lugar certo. Aqui estão algumas das melhores maneiras de sair de dívidas do cartão de crédito e desenvolver um plano para ajudá-lo a evitar novas contas impagáveis no futuro.

 

Vamos conferir?

 

Encontre uma estratégia de pagamento 

A dívida do cartão de crédito pode ser opressora, mas não se preocupe — você tem opções.  Existem muitas maneiras diferentes de se livrar dela — portanto, se você está procurando a melhor solução, concentre-se na estratégia de pagamento da dívida que for melhor para você.

 

O primeiro passo é saber exatamente qual o valor da sua dívida. Para isso, entre em contato com a emissora do seu cartão e solicite o CET (Custo Efetivo Total) da dívida. Assim você saberá o valor real de quanto você deve.

 

Para quem tem mais de um cartão e acumula dívida com eles também, o ideal é somar todos os valores, para ter uma ideia de qual valor seria necessário para pagar tudo à vista. Este valor é importante para iniciar seu planejamento financeiro.

 

Em seguida, faça um raio-x completo da sua situação financeira. Quanto você ganha, quanto você gasta. Este levantamento é fundamental para saber quanto você terá por mês para pagar a dívida do cartão de crédito.

 

Lembre-se que sua prioridade deve ser quitar a dívida com o cartão, nem que por alguns meses você tenha que viver mais “apertado”. Afinal, esta é a dívida que mais consome seus recursos por meio dos altíssimos juros cobrados.

 

Faça contato com a operadora do cartão

Agora que você já sabe quanto tem de dívidas e qual o valor mensal que terá para pagar, entre em contato com a operadora do cartão de crédito. 

 

Ao saber quanto você pode pagar por mês, terá mais segurança para negociar o valor devido, que poderá ser parcelado com uma taxa de juros menor.

 

Não aceite um pagamento mensal que vá além das suas possibilidades, caso contrário também não poderá honrá-los e com isso sua dívida ficará ainda maior.

 

Por isso, procure ser o mais realista possível, evitando aceitar qualquer oferta que não caiba no seu orçamento.

 

Leia também::: 6 dicas para reduzir despesas e economizar dinheiro

Reduza seus gastos

Como mencionamos, sua prioridade deve ser quitar suas dívidas do cartão de crédito. Por isso, durante sua jornada, corte todos os gastos desnecessários que estejam comprometendo seu orçamento.

 

Este “sacrifício”, pode ser necessário neste momento, para que no futuro próximo você possa voltar a ter uma tranquilidade financeira maior.

 

Também evite novas compras parceladas no cartão, até como forma de não ter uma fatura impagável e que você tenha que fazer apenas o pagamento mínimo. Isso poderá colocar sua estratégia por terra, fazendo que sua dívida aumente — e não diminua.

 

Busque por alternativas

Caso o parcelamento da dívida do cartão de crédito ainda esteja com juros muito altos, procure por alternativas de crédito no mercado. 

 

Por exemplo, um empréstimo consignado apresenta juros bem mais baixos e permite que você use o valor para quitar à vista o valor do cartão. Com isso, o parcelamento da dívida será debitado mensalmente da sua conta.

 

Caso seja este o caminho seguido, novamente, evite compras parcelas no cartão para que não caia novamente na armadilha de não conseguir pagar a fatura mensal e acumular uma nova dívida — que então passará a ser duas: com o cartão e com o seu empréstimo para pagar a primeira dívida.

 

Como evitar dívidas em primeiro lugar

Sair das dívidas é difícil, então, como você pode evitar contrair dívidas? Aqui estão três dicas para te ajudar a manter o controle e evitar que os saldos do cartão de crédito fiquem fora do seu orçamento.

 

Pague suas contas em dia

Fazer pagamentos pontuais todos os meses pode ajudar a evitar o alto custo da dívida do cartão de crédito. Se você pagar o saldo total do seu extrato antes do término do período de vencimento, não terá que pagar juros sobre suas compras. 

 

Gaste dentro de suas possibilidades

A melhor maneira de evitar dívidas de cartão de crédito é gastando dentro de suas possibilidades. Evite fazer compras com cartão de crédito que você sabe que não pode pagar integralmente no final do mês e tente não permitir que suas despesas excedam sua receita. 

 

Crie uma reserva de emergência

Muitos de nós sabemos como fazer um orçamento para as despesas do dia a dia — são as despesas inesperadas que nos deixam perplexos. Por isso, experimente reservar um pouco de dinheiro todos os meses e criar uma reserva de emergência. 

 

Dessa forma, você não terá que se endividar para cobrir uma despesa para a qual não estava preparado. Afinal, mesmo R$ 500 extras podem fazer a diferença entre pagar uma conta surpresa e cobrar uma dívida que pode ser difícil de saldar.

 

Leia também::: Controle de Gastos: o que é e como fazer com eficiência?

Siga seu planejamento financeiro

O melhor caminho para ter tranquilidade em relação ao dinheiro é por meio de um planejamento financeiro. É saber exatamente quanto ganha cada mês e onde está indo seu dinheiro.

 

Além disso, organizar suas finanças para que possa construir sua reserva financeira, além de iniciar um plano de investimentos, para que no futuro possa alcançar a tão esperada liberdade financeira.

 

Esperamos que tenha gostado do artigo sobre como se livrar das dívidas do cartão de crédito. E para mais dicas e muita informação sobre finanças e investimentos, siga também nosso canal do Youtube!

 

%d blogueiros gostam disto: