(21) 96464-8597 laado@laado.com.br

Teoricamente, o salário que você recebe pelo seu mês trabalhado, deveria durar todo o mês. Mas isso nem sempre acontece! 

E não é à toa que as pessoas buscam formas de aprender a fazer o salário durar o mês todo. Isso acontece por diversos motivos. Seja por alguma emergência médica ou mecânica no carro, um gasto extra esquecido ou mesmo por aquela compra por impulso que você não conseguiu evitar.

Mas há também aqueles que acabam gastando mais do que ganham, e o resultado não poderia ser diferente: falta salário no seu mês.

A boa notícia é que mudar isso é possível. Mas dá trabalho e é preciso concentrar seus esforços na direção certa! Então, se quiser saber como fazer seu salário durar o mês todo, confira o artigo abaixo!

Pague todas as suas contas

Se você recebe o pagamento uma vez por mês, sua primeira missão é primeiro pagar todas as suas contas. Afinal, pode ser muito tentador olhar sua conta bancária e já imaginar o que poderia comprar com aquele dinheiro.

Lembro quando virava o mês e trabalhávamos no mundo corporativo ainda, o tíquete refeição também recarregava junto com a entrada do salário na conta. Os primeiros almoços do mês eram sempre em restaurantes melhores. Chegava no final do mês, o cartão já tinha acabado há dias e era aquela ginástica. 

Mas quando você gasta o salário antes de pagar suas contas fixas mensais, pode entrar em sérios apuros. Por isso, pague primeiro suas contas. O saldo restante você usará para investir e passar o restante do mês. E se ainda está construindo sua reserva de emergência, a disciplina precisa ser redobrada. Pois ela é que será usada caso algo de imprevisto aconteça.

Leia também::: Juntar dinheiro ou só se vive uma vez? Vença esse dilema

Defina valores

Assim que pagar suas contas, como mencionamos acima, divida o valor restante para você passar o restante do mês. É aqui que muitas pessoas acabam perdendo o controle, gastando além do possível já nas primeiras semanas, e fazendo com que falte dinheiro na parte final do mês.

Para isso, estipule quanto você pode gastar por semana. Divida o dinheiro para esse fim em 4 ou 5 partes — em geral cada mês tem 4 semanas, mas alguns têm 5. Assim, gaste apenas aquele valor estipulado ao longo da semana.

Fazer este controle semanal é mais fácil do que administrar o mês inteiro. Nosso cérebro lida melhor com prazos mais curtos porque eles são mais controláveis e previsíveis. Não significa que não possa acontecer um imprevisto no curto prazo. Mas no longo prazo o imprevisto é quase uma certeza da vida. 

Se você tem dificuldades em fazer esse controle com a opção de débito do seu cartão, uma alternativa para criar esse hábito é sacar todo o dinheiro e dividi-lo em envelopes para cada semana. Assim, a cada semana você faz esse “saque” e não poderá avançar no valor da semana seguinte.

Com o tempo, e quando sentir que tem maior controle, pode usar a função de débito ou crédito do cartão, que é muito mais prática.

Limite seus gastos

O segredo para fazer o salário durar o mês todo é respeitar seus limites semanais. Você também pode subdividir os valores semanais em categorias.

Por exemplo, pode estimular que determinado valor seja para alimentos, outro valor para entretenimento, outro para combustível/transporte, e assim por diante.

Ao usar as categorias, você logo aprenderá seus limites. É importante parar de gastar quando ficar sem dinheiro. Do contrário, é assim que você acumula dívidas e faz seu dinheiro durar cada vez menos.

Embora um orçamento somente em dinheiro possa ajudar com isso, definir limites semanais também pode ajudar. É importante certificar-se de que você não se esqueça das categorias orçamentárias comuns. 

Você também pode procurar novas maneiras de economizar a cada mês para ajudá-lo a cumprir seus limites de gastos. 

Leia também::: Como organizar as finanças? Siga esse passo a passo

Não esqueça da sua reserva de emergência

Quando você é pago uma vez por mês, o mês pode parecer longo, especialmente se você tiver despesas inesperadas, como conserto de carro e outros problemas.

Uma reserva de emergência pode ajudá-lo a lidar com essas despesas sem arruinar seu orçamento. Quando você recebe apenas uma vez por mês, é ainda mais importante ter essa reserva. 

Uma emergência pode consumir todo o seu dinheiro no início do mês e deixá-lo com dificuldades para o resto. O ideal é ter uma reserva que cubra suas despesas por pelo menos um ano. Mas claro que isso não surge da noite para o dia.

Ela deve ser construída com aquela margem do orçamento que mencionamos lá no início. Todo mês, uma parte do seu salário deve ser destinada a essa reserva e, conforme você vai cortando despesas supérfluas, vai aumentando sua reserva.

O ideal é aplicar esse valor para que ele também renda juros, evitando sua desvalorização com a inflação. Mas prefira sempre aqueles confiáveis, mais rentáveis, e que permitam o saque rapidamente no caso de uma emergência.

E em paralelo, tenha sempre seguros que protejam sua renda, sua saúde e sua capacidade de trabalhar. Ninguém está livre de um acidente ou doença que te impeça de trabalhar. O investimento leva tempo. E o seguro é o estepe do seu carro ao longo desse caminho.

Agora é com você!

Ao seguir essas dicas, você verá que é possível fazer o salário durar o mês todo. Mas é necessário que você também tenha esse objetivo, de criar uma consciência financeira, entender seu real padrão de vida e conhecer bem seus gastos. Assim, você terá uma margem cada vez maior que pode ser usada para incrementar sua reserva financeira. 

É importante também que você organize suas categorias com outros objetivos. Por exemplo, se deseja fazer uma viagem, ou mesmo trocar de carro, crie uma categoria no seu orçamento para isso e destine um percentual todo mês. Dessa forma, ainda poderá realizar seus sonhos de curto e médio prazo. Mas não esqueça da aposentadoria financeira.
Espero que o artigo sobre como fazer o salário durar o mês todo tenha sido útil. E caso queira receber mais dicas e informações sobre finanças, confira nosso canal do Youtube. Lá tem vídeo novo toda semana!

%d blogueiros gostam disto: